sábado, 26 de novembro de 2016

AS PEGADINHAS DO MUNDO DOS NEGÓCIOS

A VIDA NA PRATICA
AS PEGADINHAS DO MUNDO DOS NEGOCIOS

Srs ESSE ARTIGO que escrevo abaixo foco leitura que faço de ELEMENTOS DA VIDA no cotidiano que vou filtrando e vou analisando por onde ando pela Lógica do Pensamento que é o nome oficial do meu BLOG: http://www.engjosevilmar.blogspot.com.br

COMENTO:
Um Sr. HOMEM DE NEĢÓCIO está vendendo uma CALDEIRA marca famosa e já acreditada no mercado  de Capacidade de gerar vapor de 3000 Kgv / h pelo de Valor R$ 110.000,00.
Não conheço esse Sr.

ACHEI estranho o preço de uma Caldeira ATA por R$ 110.000,00  não sei se acompanha dos periféricos: Exaustor, Filtro, Ciclone e Chaminé creio valer mais.E mais uma caldeira do ano 2002 com apenas 14 anos de uso onde se foi operada e manutenida regularmente pela NR 13 – Caldeira Vasos de Pressão e Tubulacões está a meia vida já que nós profissionais PH formalmente habilitados nos desperta cuidados maiores quando caldeiras passam de 25 anos de uso mesmo cuidadas com zelo pois do tempo nada escapa e os efeitos da fadiga e fluência tornam- se a cada dia que passa críticos o que determina o fim da vida de uma caldeira.

Em todo caso a vida tem mim ensinado que o mundo dos negócios é cheio de pegadinhas que requer cuidados e cautela até chamam esse comportamento tirocínio comercial é talvez o que a mídia chama hoje BLACK FRIDAY.

Colhi essa informação de venda de Caldeira no acaso estava no BB Banco do Brasil da Reitoria UFC e esse senhor esperava também a vez dele de ser atendido eu conversava com um aluno sobre MERCADO DE TRABALHO / ENGENHARIA o tema era Concurso Publico x Trabalho em empresa privada × Montar negocio próprio.

E atraído pelo TEMA foi que apareceu nessa história e o Senhor da CALDEIRA e ao jovem estudante de engenharia aconselhei um emprego público na condição que ele se quizer se aventurar a trabalhar em empresa privada e/ou ser empresário é o caminho mais dificil mas se quizer enricar esse é o caminho muito muito dificil muito dificil mesmo só poucos consegue mas é possível.

E não é preciso ter muitos títulos acadêmicos na verdade nenhum o que não pode é ser tão analfabeto pois mesmo TOSCO pode contratar profissionais de ponta para suprir sua ignorância a base será sempre um pedaço dinheiro para começar, perseverança, não papocar tudo com o que as putarias do mundo oferta, ser honesto e correr o risco na hora certa.

Se optar no serviço publico se não for pego roubando pelo LAVA JATO e for um SERVIDOR PUBLICO e for honesto mesmo terá a vidinha sossegada com certeza não vai enricar porque como diz o nome vai ser UM SERVIDOR PUBLICO a vida toda e não terá tempo para ENRICAR E NEM PARA CORRER RISCO qualidade própria de empresários bem sucedidos.

Só enrica quem persevera e preserva, não gasta o que tem a toa e tem o sexto sentido para arriscar na hora certa. A moral da historia fica para ser concluida pelos meus alunos, estagiários e até colegas de trabalho se for interessante o tema para eles.

AGORA NÃO TENHO DÚVIDAS QUE UMA EMPRESA SÓ TERÁ EXISTENCIA SE TIVER E CONTINUAR TENDO O LUCRO E TEM QUE ESTÁ VENDENDO SEMPRE NÃO É PRECISO GANHAR MUITO 100% EM UMA SÓ VENDA.
  A INTELIGENCIA BÁSICA DIZ GANHE 20% A 30% MAS GANHE QUE LOGO TERÁ OS 100% PERDIDO DE UMA VENDA DE 100% QUE ERA QUASE IMPOSSÍVEL OBTER EXITO.
NÃO DESISTA.

Fortaleza CE, 26 de Novembro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA /QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

sábado, 15 de outubro de 2016

DIA DO PROFESSOR

DIA DO PROFESSOR
15 de Outubro de 2016
AGRADECIMENTO

Srs amigos do FACEBOOK, colegas profissionais, alunos nesse sábado dia 15 de Outubro de 2016 da graça de Deus estamos comemorando o DIA DO PROFESSOR passa quase desapercebido por muita gente e nem cobertura e atração comercial.

Ficamos no nosso anonimato porém cada professor seja ele de qual nível for e qualquer disciplina que ministre são as vigas mestras de uma nação.

No tocante ao Eng° José Vilmar agradeço as mensagens em referencia minha atuação também como docente PROFESSOR.

COMENTO
Também não esqueço que sou aluno pois nunca sabemos tudo aos mestres todos admiro agora sempre tive inspiração nas palavras de CORA CORALINA dessa postagem.

TAMBÉM É BOM LEMBRAR QUE ESSA PROFISSÃO DE PROFESSOR NO BRASIL “ É CARA DA PROBREZA” LEMBRANDO O MODE DE UM ARTISTA COMEDIANTE GLOBAL E INFELIZMENTE NÃO TEM O RECONHECIMENTO MERECIDO E FATO É QUE O PAÍS QUE NÃO EDUCA E ESCLARECE SEUS FILHOS É PAIS SUBDESENVOLVIDO.

RESULTADO TAÍ A “CORRUPÇÃO” ALARMANTE O DESEMPREGO ALCANÇA TAXAS ABSURDAS E A VIOLENCIA IMPERA E NÃO VOU AJUIZAR ESSE OU AQUELE PARTIDO COMO CULPADO PORÉM SÃO TODOS.

E enquanto isso o Japão um micro país comparado ao Brasil é um dos países mais ricos e desenvolvidos do mundo tem participação frequentes de filhos seus no laureados com o Premio Nobel.

Já foram arrasado por guerra e tudo mais se levantam a cada queda e a base deles esta na educação e corre um boato e/ou história de que os professores no Japão são os únicos profissionais que não precisam se curvar diante do Imperador, assim como relatou o site E-Farsas, não há dúvidas de que no Japão, os professores tem uma profissão muito admirada e respeitada.

FAÇO AS MINHAS PALAVRAS O QUE DISSE CORA CORALINA COMO HOMENAGEM AO DIA DOS PROFESSORES:

“FELIZ AQUELE TRANSFERE O QUE SABE E APRENDE O QUE ENSINA”

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Dia_do_professor

Fortaleza CE, 15 de Outubro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

INSPEÇĀO DE CALDEIRA E VASOS DE PRESSÃO

CEI – CONSULTORIA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
CONSULTOR SÊNIOR DE ELETROMECÂNICA/QSMA
RELATÓRIO INSPEÇĀO DE CALDEIRA
(Redação dada pela Portaria MTE n.º 594, de 28 de abril de 2014)

13.4.4.14  O  relatório  de  inspeção,  mencionado  no  item  13.4.1.6,  alínea  “e”,  deve  ser  elaborado  em  páginas  numeradas contendo  no  mínimo:
a)  dados  constantes  na  placa  de  identificação  da  caldeira;
b)  categoria  da  caldeira;
c)  tipo  da  caldeira;
d)  tipo  de  inspeção  executada;
e)  data  de  início  e  término  da  inspeção;
f)  descrição  das  inspeções,  exames  e  testes  executados;
g)  registros  fotográficos  do  exame  interno  da  caldeira;
h)  resultado  das  inspeções  e  providências;
i)  relação  dos  itens  desta  NR  que  não  estão  sendo  atendidos;
j)  recomendações  e  providências  necessárias;
k)  parecer  conclusivo  quanto  à  integridade  da  caldeira  até  a  próxima  inspeção;
l)  data  prevista  para  a  nova  inspeção  de  segurança  da  caldeira;
m)  nome  legível,  assinatura  e  número  do  registro  no  conselho  profissional  do  PH  e  nome  legível  e  assinatura  de  técnicos que participaram da inspeção.

ALERTA:
Há necessidade de sempre consultar o portal do MTE e verificar a última portaria de publicação na norma.
http://trabalho.gov.br/seguranca-e-saude-no-trabalho/normatizacao/normas-regulamentadoras/norma-regulamentadora-n-13-caldeiras-vasos-de-pressao-e-tubulacoes

Aguardamos consulta dados para contato abaixo fale conosco e avaliaremos o tipo inspeção que se faz necessário realizar na sua caldeira e/ou vaso de pressão seja uma das possibilidades:
+ Inicial
+ Periódica
+ Extraordinária
Adiantamos em agradecer o contato e ficamos disponíveis para esclarecer o que for possível para sua demanda de atendimento.

Fortaleza CE, 15 de Outubro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA

Engenheiro Mecanico

Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

DIFERENCIANDO: GLP X GN

ENGENHARIA
DIFERENCIANDO GLP x GN

Srs ainda para muitos é confuso não sabem diferenciar GLP Gás Liquefeito de Petróleo de GN Gás Natural nesse artigo esclareço e tiro as dúvidas:

GLP – Gás Liquefeito de Petróleo
Esse gás tem origem em nas refinarias pelo processo fracionado de destilação do petróleo é produzido no topo da torre de destilação do petróleo.

Os constituintes mais importantes do GLP são:
Propano  (C3H8);  propeno  (C3H6);  isobutano  (C4H10);  n-butano (C4H10); e buteno (C4H8).  O  poder  calorífico  do  propano  é de 49.952 kJ/kg (11.934 kcal/kg) enquanto o do butano é de 49.255 kJ/kg (11.767 kcal/kg).

Os componentes do GLP podem ser comercializados separadamente como propano e propeno, butanos e butenos. A queima do GLP é limpa, comparada aos combustíveis mais pesados, com reduzido  nível  de  emissão  de  particulados,  SOx  e  NOx.  Produz também baixo  nível  de  emissões  de  CO2  por  sua  alta  proporção  Hidrogênio/Carbono.

GN – Gás Natural
O gás natural é um combustível fóssil que se encontra na natureza, associado ou não ao petróleo, formado por hidrocarbonetos com predominância de metano, e à temperatura ambiente e pressão atmosférica permanece em estado gasoso.

Não segue nenhum processo de transformação, tal como é encontrado na natureza é distribuído, sendo apenas odorizado com um cheiro característico reconhecido pelo cliente como cheiro de gás.
Valores para Gás Natural referidos nas seguintes condições:
Poder Calorífico Superior : 9.400 Kcal/m³
Temperatura = 293,15º K (20º C)
Pressão = 101.325 Pa (1 atm)

ALERTA:
1. Em termos de trabalho com gás seja ele GLP e/ou GN requer profissionais capacitados visto o risco de explosões e desencadeamento de incêndios.

2. Na aplicação como combustível de queima em caldeira é sem duvidas e disparado como mais simplificado o processo dispensa fornalhas externas como em caldeiras de combustíveis sólidos e todos os conhecidos aparatos de filtros ciclones e lavadores de gases.

ATENÇÃO
ALERTO PARA QUE TRABALHADORES NÃO TREINADOS NÃO SE ENVOLVA EM AVENTURA DE TRABALHAR COM INSTALAÇÃO, MANUTENÇÃO E OPERAÇĀO DE GÁS SEJA GLP E/OU GN SEM A DEVIDA PREPARAÇĀO E OBSERVAÇÃO DAS NORMAS VIGENTES

http://www.tecvalreformas.com.br/o-que-e-o-gas-natural/diferenca-entre-o-gn-e-glp/

http://m.suapesquisa.com/o_que_e/gas_natural.htm


Fortaleza CE, 12 de Outubro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

VIVÊNCIAS PROFISSIONAIS

VIVENCIAS PROFISSIONAIS
ENG° JOSÉ VILMAR

Srs 2016 é um ano comemorativo para o Eng° José Vilmar vejamos os números e mensagens que consegui até agora como sentido profissional, conselho e de vida.

1. NÚMEROS
30ANOS [1986 – 2016] Engenheiro UFC/UFPR/UNIFOR/UVA
40ANOS [1976 – 2016] Técnico ETFCE/CENTEC/IEFCE/SENAI
60ANOS [1956 – 2016] Vida UMA BENÇÃO AO CRIADOR

2. MENSAGENS
Profissional:
Srs a solução de um problema só terá consistência e acreditação por todos se tiver base em princípios de ciência.

Vida:
Srs acredito  no mundo melhor de entendimento e de paz e que deve começar por cada um de nós pela pratica do bem e da dignidade como legado de nossa vida.

Conselho:
Srs somos ignorantes sempre em alguma coisa, saia da ignorância estude busque a resposta se convença que está certo, chegando ao conhecimento ensine aos seus semelhantes o que tem aprendido.

E como já não é mais ignorante já tem o conhecimento agora seja sábio use da melhor forma o que aprendeu e tenha a humildade de aceitar que ainda não sabe tudo e que tem muito que ainda que aprender e ensinar.

PARADIGMAS SUPERADOS
NĀO ESCONDO A IDADE 60ANOS FECHADOS E MUITOS E MUITOS AINDA PARA VIVER VAI DE ENCONTRO AO QUE USUAL ESCONDER A IDADE PORQUE AS EMPRESAS NÃO TE BUSCAM MAIS E TANTAS OUTRAS PORTAS QUE NO PENSAMENTO SE FECHA PARA VIDA PROFISSIONAL.

PENSE AO CONTRARIO SE VOCE TEVE O ZELO COM SUA VIDA SE FOI E ESTÁ SENDO REGRADA SEM OS EXCESSOS GOZA DE BOA SAÚDE VOCE COM CERTEZA É UM EXECELENTE OPÇÃO PARA UMA EMPRESA.

ALERTA
Srs colegas de trabalhos, alunos e a quem interagi como profissional essas são as mensagens de profissional, de vida e conselho que filtrei nesses anos até agora e que cada dia da graça do criador será sempre um dia que começa e começo que continua sua vida.

CONTATOS E DADOS PARA CONTRATAÇÃO DO PROFISSIONAL
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

Fortaleza, 10 de Outubro de 2016

sábado, 8 de outubro de 2016

PREMIO NOBEL DA CORRUPÇÃO

PREMIO NOBEL DA CORRUPÇĀO
[BRASIL É LAUREADO EM TUDO JÁ COM A CHEGADA DAS CARAVELAS]

Srs porque nós brasileiros não ganhamos o Premio Nobel ?

Somos mais burros que os outras descendências ?

Nossos governantes são mesmos uns “sem futuro nesse sentido” querem o mesmo é o povo desinformado pois assim ficam mais sossegados já que ninguém sabe questionar ficam a vontade para roubar?

Cabe informar que já figuramos na LISTAS DE NOTÁVEIS candidatos fortes ao Premio Nobel mas não levamos as 10 citações abaixo de nomes de brasileiros pesquisei e transcrevi da revista super. Interessante.

Na oportunidade atuando como profissional vi a importância dos livros por toda vida tive a sorte de ser filho de mãe professora alfabetizadora devo ela a visão do conhecimento e papai homem de origem de agricultor reconhecia essa importância e hoje depois que eles se foram sei que a mim deixaram essa trilha do conhecimento e os livros e tudo que era básico para minha educação faziam um jeito de conseguir e que ainda guardo meus livros e apontamentos comigo e sempre que possível vou atualizando.

Se questionado for um dia pela minha descendência, meus familiares,  pelos meus conterrâneos, pelos meus conhecidos se invejoso e interesseiro? Digo que sou pelo o conhecimento esse é o maior tesouro não tem nenhum FDPs que me tome em vida e mesmo ido se fosse nessa minha inveja laureado eles iriam se usufruir do meu legado para humanidade.

E com certeza é comovedor de grande realização e tamanha façanha o que esses notáveis homens fazem pela a evolução da humanidade. Puxão de orelhas para estudantes que não se esforçam em ter seus livros e mais livros que possam dispor sobre seu segmento profissional e falo pelos os da engenharia que as vezes não tem o livro por falta de recursos, se contem só com tem escrito de matérias no caderno doido por dica de prova estudam para passar, não estudam para aprender, as universidades publicas sucateadas suas bibliotecas e laboratórios quase não funcionam só em raras exceções fato é que é triste se ver alunos de engenharia sem livro na mão.

LISTAS DE NOTÁVEIS BRASILEIROS QUE QUASE CONSEGUIRAM O PREMIO NOBEL.
1. Cesar Lattes
Parece ser que faltou jogo de cintura no tapetão a única explicação para Cesar Lattes (1924-) não ter ganho o prêmio de Física de 1950. O brasileiro comprovou experimentalmente a existência da partícula subatômica méson pi e quem levou o prêmio foi o britânico Cecil Powell, que ajudou na redação do estudo.

2. Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) não queria saber do jogo. Quando, em 1967, seu tradutor para o sueco pediu todas as suas traduções disponíveis, ele não quis colaborar. O pedido havia partido do comitê do Nobel de Literatura, mas não agradou ao mineiro. Ele dizia, em suas crônicas no Jornal do Brasil, que o merecedor era o amigo Jorge Amado.

3. Celso Furtado
O paraibano Celso Furtado (nascido em 1920) era nossa esperança para a partida do dia 10 de dezembro de 2014. Ele concorria ao prêmio de Economia. Apesar de a cartolagem do Nobel privilegiar economistas matemáticos, Furtado tinha chances, pois o indiano Amartya Sen, que também estudava o desenvolvimento econômico, foi premiado em 1998. Mas não deu certo. Celso Furtado morreu em novembro e o prêmio foi dividido entre o americano Edward Prescott e o norueguês Finn Kydland.

4. Jorge Amado
O baiano Jorge Amado (1912-2001) ofereceu perigo de gol até os últimos minutos do segundo tempo. Mas acabou partindo antes que o prêmio chegasse. O momento em que esteve mais próximo do Nobel de Literatura foi em 1967, logo após o sucesso de Dona Flor e seus Dois Maridos. Nesse ano, perdeu para o guatemalteco Miguel Angel Astúrias.

5. Mario Schenberg
Mario Schenberg (1916-1990) foi o nosso Pelé da física teórica. Formulou, com George Gamow, o processo Urca, que explica a perda de energia nas supernovas comparando-a ao sumiço da grana nos cassinos da Urca (RJ). Schenberg trabalhou com os monstros sagrados Enrico Fermi e Wolfgang Pauli e sempre esteve na boca da área do Nobel.

6. Maurício Rocha e Silva
O bioquímico carioca Maurício Rocha e Silva (1910-1983) fez uma grande jogada na briga pelo Nobel de Medicina. Ele descobriu a bradicinina, substância importante para a controle da pressão arterial, em pesquisa com o veneno da cobra jararaca. Infelizmente, os olheiros da academia não prestaram muita atenção no lance de Maurício.

7. Sérgio Henrique Ferreira
O bioquímico paulista Sérgio Henrique Ferreira (1934-) é um jogador criativo e que não sai da área. Recebeu o passe de Rocha e Silva e desenvolveu a jogada, ajudando na criação de drogas a partir da bradicinina. Fez tabelinha com o britânico John Vane, num lance que valeu o Nobel de Medicina em 1982. Mas a cartolagem premiou só o gringo.

8. Jorge de Lima
O alagoano Jorge de Lima (1893-1953) foi um talento reconhecido em 1947 por um olheiro do Nobel. Impressionado com a obra do poeta, Artur Lunkvist convenceu a academia a dar o Nobel de Literatura a ele no ano de 1958, já que havia uma lista de autores para ganhar antes. Infelizmente, Jorge morreu em 1953. E o Nobel só premia vivos.

9. Otto Gottlieb.
O único craque a disputar o Nobel de Química foi Otto Gottlieb (1920-2011), em 2001. Otto nasceu na República Tcheca e se naturalizou brasileiro. Nada mais natural para o cientista que, de tão apaixonado pelas nossas plantas, inventou um índice para medir a biodiversidade de ecossistemas como a Floresta Amazônica e a Mata Atlântica.

10. Carlos Chagas
Carlos Chagas (1878-1934) foi quem mais chutou a gol no time. Chegou a ser indicado quatro vezes em Medicina. O problema era que, no começo do século, a academia apitava pelos europeus e americanos. Só isso explica o fato de o primeiro e único cientista até hoje a identificar todo o ciclo de uma doença (o mal de Chagas) não ter sido premiado.

11. Dom Paulo Evaristo Arns
Dom Paulo Evaristo Arns (1921-) foi um dos defensores da camisa canarinho na disputa pelo Nobel da Paz. Ele concorreu em 1990, mas teve que encarar o megacraque Dalai Lama, que ficou com o título. Dom Hélder Câmara, Zilda Arns, o sociólogo Betinho e até o presidente Lula também deram a sua contribuição para emplacar na categoria.

QUESTIONO
Srs esses CIENTISTAS são quem abrem as trilhas do conhecimento para um mundo melhor é sinal nas suas descobertas que a humanidade está evoluindo.

E nosso criador nos deixou essa pista nos presenteou com o DISCERNIMENTO que e do entendimento das coisas daí esses homens notavéis que atestam que somos semelhança e obra do criador.

É BOM LEMBRAR QUE SÃO NOS PAISES DESENVOLVIDOS ONDE O GOVERNO INVESTI PESADO NA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA QUE ESTÃO ESSES HOMENS NOTÁVEIS.

INFELIMENTE TAMBÉM COM CERTEZA TEMOS NO BRASIL ESSES NOTAVÉIS EM POTENCIAIS PORÉM OS GOVERNOS POUCO FIZERAM PARA DAR CONDIÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DESSAS CABEÇAS QUE SEM DUVIDAS TEMOS AQUI NO BRASIL.

FAZEM A GRANDE MAIORIA DOS POLITICOS DE SUA LEGISLAÇÃO A FORMA DE ROUBAR E A TODOS DESGOVERNOS E AINDA POUSAM DE CABELOS IMPLANTADOS E DE ALMOFADINHAS, FICHAS SUJAS DIZENDO QUE SÃO ILIBADOS E AS PESSOAS MAIS HONESTAS DO MUNDO.

GOSTARIA DE FAZER REFERENCIA A UM PROGRAMA MATINAL DE NOTICIAS AQUI DO CEARÁ DE PAULO OLIVEIRA QUE FEZ UMA CRITICA AOS POLITICOS BRASILEIROS QUE SÃO CORRUPTOS E COMO ERA ÉPOCA DAS OLIMPIADAS FAZENDO A ELES NA PARTE DE SEU PROGRAMA JORNAL DA CORRUPÇÃO FALANDO DOS POLITICOS CITADOS NA LAVA JATO ENVOLVIDOS EM CORRUPÇÃO COMO SE TIVESSEM GANHO A MEDALHA DE OURO DA CORRUPÇÃO E DIGO EU TEM ALGUNS FIGURÕES QUE SE APURAREM DIREITINHO LEVAM O NOBEL DA CORRUPÇÃO.

PARABÉNS
AOS CIENTISTAS DE TODO MUNDO E TODAS DESCENCIAS TEMOS NO BRASIL O FEITO DE DELE COMO UM GRANDE EXEMPLO, MUITO MAIS QUE O CARNAVAL E/OU FUTEBOL DE COMO SOMOS VISTOS LÁ FORA. FATO É QUE SOMOS UMA GRANDE NAÇÃO E TEMOS HOMENS TAMBÉM NOTAVEIS CAPAZ DE FAZER MUITO PELA CIENCIA, A POLITICA E QUE SE IMAGINE PARA O DESENVOLVIMENTO E ISSO SERÁ POSSÍVEL QUANDO SE ERRADICAR A CORRUPÇÃO NEM QUE SEJA A FERRO E FOGO VALE O DITADO PACIÉNCIA TEM LIMITES.


https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Pr%C3%A9mio_Nobel

Fortaleza CE, 08 de Outubro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

domingo, 2 de outubro de 2016

ÚLTIMA CHANCE

ELEIÇÕES 2016: PREFEITOS E VEREADORES
BRASIL, 02 DE OUTUBRO DE 2016
APELO: ÚLTIMA CHANCE


SRS TANTO PREFEITOS COMO VEREADORES DESISTAM SE NÃO ESTÃO PREPARADOS PARA SER POLITICOS O QUE NÃO É FACIL PRINCIPALMENTE OS DEBUTANTES E MESMO OS QUE JÁ ESTĀO NA POLITICA A MUITO TEMPO COMO UM MEIO DE VIDA QUE SÃO VOCÊS A BASE DO ATRASO DA SOCIEDADE QUE INTERAGEM ONDE ESTĀO COMO UMA PRAGA POR FAVOR CAIAM FORA VÃO ARRANJAR OUTRA COISA PARA FAZER.

OS QUE ESTÃO CONVICTOS SÃO VOCACIONADOS PARA A POLITICA TIVERAM A OPORTUNIDADE DE APRESENTAR SEUS PLANOS DE GOVERNO TOMARA QUE O POVO DÊ A RESPOSTA A ALTURA LHES CONFIANDO O VOTO MERECIDO.
PARABÉNS.

E DIGNISSIMOS ELEITORES  TUDO AGORA DEPENDE DE NÓS AINDA É TEMPO NÃO DESPERDICEM SEU VOTO ESTÃO INVESTIDO DO PODER ABSOLUTO DO VOTO SUA OPORTUNIDADE DE SER JUIZ DE SEU PROPRIO DESTINO TEM TODA AUTORIDADE DE DIZEREM O QUEREM PARA VOCES MESMO E PARA SUA POSTERIDADE.

DESSE VOTO COLHERÃO O QUE PLATAREM TERÃO ARVORE FRUTIFERAS OU ESPINHEIROS. AS ARVORES FRUTIFERAS PROMOVERÃO O DESENVOLVIMENTO E TUDO DE BOM PARA O BRASIL E OS ESPINHEIROS SERÁ TUDO DE RUIM.

SENHORES BAIXO TEM UM LINK LEI DAS ELEIÇÕES LEIAM COM ATENÇÃO E CONFIRAM SE SEU CANDIDATO A PREFEITO E/OU VEREADOR NÃO É MAIS UM MALA PROCURANDO UMA BOQUINHA PARA SE ABOLETAR NAS TETAS DO ERARIO PUBLICO E ROUBAR O QUE PODEM COMO EXEMPLO TAÍ A LAVA JATO PRENDENDO FIGURŐES QUE JAMAIS IMAGINARAM VER O SOL NASCER QUADRADO.

SE ACHACADOS POR POLITICOS MALAS USEM SEU PODER LIGUEM NO NÚMERO 148 DENUNCIEM ESSES MALAS.

http://www.tse.jus.br/legislacao/codigo-eleitoral/lei-das-eleicoes/lei-das-eleicoes-lei-nb0-9.504-de-30-de-setembro-de-1997

Fortaleza CE, 02 de Outubro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

sábado, 1 de outubro de 2016

ELEIÇŐES 2016: PREFEITOS & VEREADORES


QUESTIONARAM SE SEUS CANDIDATOS A PREFEITO E/OU VEREADOR SE SÃO MALAS?

Srs está chegando hora das ELEIÇÕES já ouvimos um bocado de abobrinhas no horário eleitoral a grande maioria dos 5568 candidatos a prefeito seguidos de uma legião de vereadores nos passaram uma imagem deplorante acéfalos de ideias e não nos convenceram de nada muitos deles chegaram ao ridículo desfazendo dos seus adversários políticos triste mesmo trocando insultos sem apresentarem propostas concretas e inovadoras para seus municípios.

Muitos desses candidatos foi notado seu total despreparo para a Gestão Pública assim como nós eleitores não podemos nos comportar como torcedores fanáticos de futebol por seu time que torce e votar de embirra.  Fato é que é deplorante e mais corre na boca de todo mundo que tem candidato politico e veterano que nem a pau consegue pronunciar a palavra TRIPLEX.

COMENTO
Foi baixaria a todo os gostos esculambaram-se entre si acho que nem mesmo a mãe deles respeitaram só faltaram sair do bate boca para o puxa faca ou papoco de bala porque muitos são frouxos só brigam de bate boca mesmo pois na frente de uma peixeira de 12 polegadas na hora da verdade não é fácil arrochar o nó só Deus na causa.

Salvo alguns candidatos acredito vocacionados com plano de governo definido nos passaram uma boa imagem.

SRS TANTO PREFEITO COMO VEREADORES DESISTAM SE NÃO ESTÃO PREPARADOS PARA SER POLITICOS QUE  NÃO É FACIL PRINCIPALMENTE OS DEBUTANTES E MESMO OS QUE JÁ ESTĀO NA POLITICA A MUITO TEMPO COMO UM MEIO DE VIDA QUE SÃO VOCÊS A BASE DO ATRASO DA SOCIEDADE QUE INTERAGEM ONDE ESTĀO COMO UMA PRAGA POR FAVOR CAIAM FORA VÃO ARRANJAR OUTRA COISA PARA FAZER.

OS QUE ESTÃO CONVICTOS SÃO VOCACIONADOS PARA A POLITICA TIVERAM A OPORTUNIDADE DE APRESENTAR SEUS PLANOS DE GOVERNO TOMARA QUE O POVO DÊ A RESPOSTA A ALTURA LHES CONFIANDO O VOTO MERECIDO.
PARABÉNS.

7 DICAS PARA FICAR ATENTO E PERCEBER QUE O CANDIDATO É MALA:
1. COBRARAM O PLANO DE GOVERNO DELE? ELE TEM PLANO DE GOVERNO?

2. SUAS PROPOSTAS SÃO COERENTES PARA SEU MUNICIPIO?

3. SERÁ QUE SEUS CANDIDATOS A PREFEITO E VEREADOR MERECEM SUA CONFIANÇA ESTÃO ELES PREPARADOS PARA O CARGO?

4. NĀO ESQUEÇAM VOCÊ SERÁ O JUIZ DE SUA CONSCIÊNCIA PODE SER  JUSTO E VOTAR NOS CHAMADOS FICHAS LIMPA?

5. POR OUTRO LADO SER SER O JUIZ DO FICHA SUJA E CONDENAR E ELIMINAR POR VEZ ESSA RAÇA DA POLITICA QUE É UMA PRAGA QUE ADOECE A SOCIEDADE COM SUAS ATITUDES E MALFEITOS?

6. NÃO VAI VENDER E NEM VAI VOTAR DE FAVOR? VAI RESISTIR A CANTADA DO MALA?

7. QUESTIONARAM SE SEUS CANDIDATOS A PREFEITO E/OU VEREADOR SÃO MALAS?

DIGNISSIMOS ELEITORES AINDA É TEMPO NÃO DESPERDICEM ESTÃO INVESTIDO DO PODER ABSOLUTO DO VOTO SUA OPORTUNIDADE DE SER JUIZ DE SEU PROPRIO DESTINO TEM TODA AUTORIDADE DE DIZEREM O QUEREM PARA VOCES E SUA POSTERIDADE E COLHERÃO O QUE PLATAREM AGORA ARVORE QUE FRUTIVERAS OU ESPINHEIROS.

SENHORES BAIXO TEM UM LINK LEI DAS ELEIÇÕES LEIAM COM ATENÇÃO E CONFIRAM SE SEU CANDIDATO A PREFEITO E/OU VEREADOR NÃO É MAIS UM MALA PROCURANDO UMA BOQUINHA PARA SE ABOLETAR NAS TETAS DO ERARIO PUBLICO E ROUBAR O QUE PODEM COMO EXEMPLO TAÍ A LAVA JATO PRENDENDO FIGURŐES QUE JÁ MAIS IMAGINARAM VER O SOL NASCER QUADRADO.

SE ACHACADOS POR POLITICOS MALAS USEM SEU PODER LIGUEM NO NÚMERO 148 DENUMCIEM ESSE MALA.

PENSEM BEM

http://www.tse.jus.br/legislacao/codigo-eleitoral/lei-das-eleicoes/lei-das-eleicoes-lei-nb0-9.504-de-30-de-setembro-de-1997

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2016/09/entre-os-prefeitos-que-poderiam-ter-2-mandato-quase-metade-nao-quer.html

Fortaleza CE, 1 de Outubro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

HP > CV? A ORIGEM.

CEI – CONSULTORIA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
[CV] CAVALO VAPOR É DIFERENTE DE [HP] HORSE POWER?
[HP > CV] ?

Srs FATO é que  e mais nem todos tem o sentido físico que diferencia essas unidades de potência nesse artigo faço essa diferenciação e cálculo.

ESCLAREÇO:
Nem o CV – Cavalo Vapor nem HP – Horse Power as unidades CV usado no Sistema Métrico e/ou HP usado no Sistema Britânico são usados no Sistema Internacional ISO de medidas que será representado por WHATS com seus respectivos múltiplos [W, KW].
Como disse nem todos tem o sentido físico que diferencia cavalo vapor e horse power que não são simplesmente a tradução um do outro, e sim são duas medidas diferentes, de mesma magnitude mas de valores diferentes.
Ambas as unidades representam unidades de potência, porém devido às diferentes sistemas de unidades utilizadas em diferentes países adotaram-se cavalo vapor ou horse power conforme o local e principalmente os países algo-saxões.

ENTENDENDO O SENTIMENTO FISICO DE CV – CAVALO VAPOR DE HP – HORSE POWER:
O CV - Cavalo Vapor representa equivale a 75 kg·m·s-1, onde 1 kg m corresponde ao trabalho gasto para erguer 1 kg a um metro de altura.
O HP - Horse Power se define como a potência necessária para elevar verticalmente a uma velocidade de 1 pé/min uma massa de 33.000 libras.

EQUIVALENCIA DE CV E HP:
Convertendo CV e HP para Watts que atende o SI - Sistema Internacional temos que:
1 CV =  735,5 W [0,736 KW]
1 HP = 745,7 W [0,746 KW]

CÁLCULO
O calculo do CV e/ou HP é calculado pelas expressões abaixo onde postei em detalhes os casos respectivamente como se chega os valores de  1 CV =  735,5 W [0,736 KW] e 1 HP = 745,7 W [0,746 KW].
Potência = F x V
Peso = mg
F = mg
Onde:
m = kg
g = m/s2
v = m/s

Então potencia:
Potencia = F x V
                 = [Kg m/s2] x [m/s]
                 = N x m / s
                 = j/s

OBS:
1.Trabalho = N × m que é representado por j = joule e J/s é o que define como WATT o que confirma que potencia é a razão do trabalho pelo tempo.

2.No cálculo demonstrativo dar a melhor noção de como se chega aos valores WATTS para CV e HP.

3. E a unidade WATT deve-se ao Engenheiro e Matematico James Watt que muito contribui e foi decisivo no uso do vapor para gerar potencia.

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/James_Watt#Investiga.C3.A7.C3.B5es_na_.C3.A1rea_do_vapor


Fortaleza CE, 19 de Setembro de 2016
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

 





sábado, 3 de setembro de 2016

CERTIFICAÇÃO CSP ISO 9001 [PARABÉNS]

Amigos da CSP parabéns pela CERTIFICAÇĀO ISO 9001.

Acredito no POP Procedimento Operacional Padrão para todas as tarefas que sejam executadas numa empresa.

Posso dizer matematicamente que as tarefas executadas em qualquer empresa sāo finitas porém necessariamente haverão terefas obrigatóriamente escritas numa orientaçāo PDCA essas serão as tarefas prioritarias e que tenha alguma importancia para que seja escrita que se relacione a integridade fisica de quem a execute, maquina, processo e meio ambiente.

E as outras tarefas embora rotineiras precisam também serem executadas em sintonia a mesmo comportamento do profissional em executar suas tarefas por procedimento embora não escritos mas fundalmente que executem suas tarefas numa mesma grade mental como as estivesse executando-se a partir do POP Escrito é alcançado esse status que acredito que uma empresa tenha realmente cumprido esse quesito POP que exigi a CERTIFICAÇÃO ISO 9001.

Quanto a grade que melhor se adequa o POP de Execução de Tarefa é aquela que possibilita rodar o PDCA nas fases:
1. P de Planejamento
2. D de Fazer
3. C de Verificar
4. A de Atuar corrigindo.
OBS:
Não é preciso mais dizer que o P Plan, D Do, C Check e A Action vem da lingua inglesa.

Veremos então agora do POP de Tarefa que eu pessoalmente numa visāo de QSMA - Qualidade, Segurança e Meio Ambiente tenho orientado e que já trago de algum tempo sendo a base de orientação desde 1991/ 1996  quando da certificaçāo de ISO 9001 aqui no Brasil de varias empresas o que inclui a AMBEV, GERDAU, VICUNHA NE entre outras e acreditei e continuo acreditando de trabalhar imperativa por procedimento e quem o não fizer pelo que acompanho a tantas empresas que tenho contato as que trabalham sem POP estão na verdade a deriva e numa adjetivação um pouco mais aspera estão perdidas e não conseguem cumprir suas metas com o cliente e pasmem muitas vezes não atem os pilares da qualidade:
1. Tempo.
2. Entrega.
3. Qualidade.
4. Moral.
5. Segurança.

GRADE DE FORMATAÇÃO DO POP DE TAREFA:
1. Nome da Terefa.
2. Metas.
3. Lista de Material.
4. Preparacão.
5. Execução.
6. Verificação.
7. Atuar corrigindo.

Amigos avaliando essas etapas sabemos nós que fica bem definido o PDCA observando o enquadramento:
P = 1, 2, 3, 4.
D = 5.
C = 6.
A = 7.

Dessa forma está cumprido essa lei de formação do POP e os eventos pela natureza de ser devem uma ação anterior prwparar para acontecer a subsequente.

Acreito no POP e testemunho alguns pontos notáveis de imediato se a empresa tem suas tarefas executadas pop POP tem a garantia que tem seus processos sob controle.

E uma outra observação que faço que veio rechaçar foi de eliminar a dependencia da empresa na mão de um pequeno punhado de trabalhadores que só eles eram capaz de executar determinadas tarefas da empresa que num minimo um forma retrograda e até irresponsável de a empresa ficar dependente desses trabalhadores que se passam a acharem-se "hors concurs"  a verdade é que trocando em miudos é a falsa garantia que tem empresa ter suas metas na mão de poucos trabalhadores nem detrimento dos outros que se fosse treinados num POP fariam as mesmas tarefa na mesma meta ajustado com o cliente.

Amigos da CSP tive a oportunidade de participar desse processo de construção da CSP ainda na fase canteiro de obras até o surgimento do anel de vento do alto forno estava terceirizado pela LEAN CONSULTORIA e trabalhava diretamente com a CSP e na oportunidade defendia esse conceito de POP e diferenciava em dois tipos de POPs o OPERACIONAL e o OUTRO GERENCIAL no que deixo essa sutileza a ser informada no arquivo abaixo que escrevi no meu Blog A Logica do Pensamento.

http://engjosevilmar.blogspot.com.br/2013/12/pop-t-x-pop-g_16.html?m=1

Fortaleza CE, 03 de setembro de 2016

Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

terça-feira, 30 de agosto de 2016

CURSO OPERADOR DE GUINCHO DE COLUNA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
CURSO OPERADOR DE GUINCHO DE COLUNA

1.Segurança na MONTAGEM / MANUTENÇÃO / OPERAÇÃO GUINCHO DE COLUNA
NR 12—Segurança do Trabalho em Máquinas e Equipamentos
NR 18– Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

2.APRESENTAÇÃO DO GUINCHO DE COLUNA
Capacidade
Parte Mecânica / Parte Elétrica

3.ACIONAMENTO
Partida / Parada
Parada de Emergência

4.ESTRUTURAL
Fixação do Guincho
Cabo de aço
Instalação Elétrica

5.OPERAÇÃO
Atribuições do Operador
Check List Pré-operacional
Procedimento Operacional
Segurança Operacional

6. MANUTENÇÃO
Corretiva
Preventiva

PH – Profissional Habilitado
Eng.º José Vilmar Pinto de Sousa
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA CE 8395 RNP 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://www.engjosevilmar.blogspot.com.br
http://www.facebook.com/engjosevilmar
http://br.linkedin.com/pub/josé-vilmar/35/4/924/
Skype: engjosevilmar 
Cel.: 85 99475695

ACIDENTE DE TRABALHO

ACIDENTE DE TRABALHO

Srs não é preciso dizer do tanto do sofrimento que o acidente de trabalho traz para o trabalhador que vai de mutilações até mesmo a perder a vida e agora imagine as consequências quando essa família se ver sem seu provedor de tudo que assisti o seu lar.

COMENTO:
Fato é que a cultura dos acidentados no Brasil ficam mesmo a  mercê do DEUS DARÁ frente as adversidades do mundo que para muitos a boa morte teria sido mais negócio pois recorrer a quem?
1. A empresa:
Na quase totalidade gente sejamos franco é quem primeiro que pula fora pois não racicionam com a prevenção com o que tem mais de sagrado e patrimônio na sua empresa inclusive a razão de sua existência seu empregado.

2. Empregado:
A grande maioria são relaxados consigo mesmo com sua própria segurança ou por ignorância mesmo pessoal ou por falta de uma forte politica de QSMA - Qualidade, Segurança, Saúde e Meio Ambiente.

3. Estado
Não tem recurso para amparar os acidentados e o pior é sabido que falta presença constante de fiscais nessas industrias, obras, comercio e mais triste sabe-se que muitos desses agentes fiscalizadores pegam uma ponta do dono da empresa fiscalizada se alinhando a pratica de corrupção que tornou-se comum no Brasil ainda não erradicada.

AMIGOS PENSO EU QUE AS ESTATITISTICAS DE ACIDENTES ESTÃO EM CURVAS CRESCENTES POR DESCASO DE UM DESSES TRES VETORES QUE INTRISICAMENTE LIGADOS É QUE GERAM A CONDIÇÃO E/OU PRATICA INSEGURA PARA A EXISTENCIA DO ACIDENTE. É NESSA ANALISE QUE VAMOS NA PRATICA DIRETA AO ASSUNTO DE QUEM CONHECE DE PERTO E CONVIVE COM A SITUAÇĀO.

TEM EMPRESA ATÉ QUE OS DONOS TEM A BOA VONTADE DE AJUDAR ATÉ AJUDAM O ACIDENTADO MAS LOGO PULAM FORA VISTO AS RECORRENTES DESPESAS DE ASSISTIREM SEU COLABORADOR NÃO PODEM BANCAR ESSAS DESPESAS TOTAIS  PASSANDO ESSA RESPONSABILIDADE AO ESTADO.

É COMUM NAS EMPRESAS CLARO NÃO TODAS JÁ EXISTE EMPRESAS QUE TRATAM E APOIAM SEUS COLABORADORES NO QUE TEM DE MELHOR DE QSMA PORÉM A GRANDE MAIORIA NÃO ASSISTEM SEUS COLABORADORES EM QUASE NADA VEJAMOS COMO ACONTECE NA PRATICA:



CASO EMPRESAS:
- Não distribuem a todos seus colaboradores os seus EPIs e/ou EPCs básicos.


- As condiçőes de higienização consequentemente politicas frentamento como PCMSO,  PPRA, PCMAT, PGR entre outras só existem no papel e 5S = Sim Utilização, Sim a Ordenação, Sim a Limpeza, Sim a Saúde e Sim a Autodisciplina está longe de acontecer é  na pratica a empresa operando num ambiente que não se consegue destinguir de um sucatão ou mesmo um lixão.

- Total inobservância das instalações elétricas referencia da NBR 5410, falta de malha de aterramento em referencia a NBR 5419 com ausência do SPDA - Sistema de Proteção contra Descarga Atmosférica. 

- Maquinas e operadores da mesma sem observarem a NR 12.

- Colaboradores em desvio de função fazendo serviços de eletricista sem a formação do curso de eletricidade básica sem a capacitação da NR 10 e até mesmo SEP 10.

- Gente uma denuncia é que muita empresa se omite até mesmo da elaboração da CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho.

- Entre outros descasos que cada leitor reflita com sua empresa.



CASO COLABORADOR
-Quase totalidade não desenvolveu ao longo dos anos de seu trabalho a atitude da Percepção do Risco. Não sabem destinguir PERIGO DE RISCO e não tendo formado a percepção do risco acabam-se acidentando.
OBS:
Perigo: Entender como a propriedade ou condição inerente ou atividade capaz causar danos às pessoas, às propriedades ou ao meio ambiente.
Ex: Presença da tensão elétrica na tomada.

Risco: É o potencial de ocorrência de consequência indesejável decorrente da realização de uma atividade.
Ex: Choque elétrico por contato indevido a tensão na tomada ou fio desencapado energizado dessa tomada.

Danos:
Desse choque elétrico a consequência pode ser uma morte por eletrocussão, Queimadura até um incêndio entre outros.

- DEFENDO EU A POSIÇÃO QUE O PROFISSIONAL COM A PERCEPÇÃO DE RISCO ATIVA ANDA ANTENADO, SABE E ESTÁ INFORMADO DOS PERIGOS INERENTES A ATATIVIDADE QUE ESTÁ EXECUTANDO E NÃO CORRERÁ O RISCO DE SE ACIDENTAR E NEM POR EM RISCO DE ACIDENTE SEU PARCEIRO, MAQUINA E MEIO AMBIENTE.



CASO ESTADO:
É triste orgãos como o DRT / CREA / E AFINS até que se manifestam para fiscalizar mas estão quase sempre sem recursos de gente, viaturas e material e equipamentos para fiscalização permanente. E infelizmente ainda no meio desse caldeirão de dificuldades uma fez por outra sabe-se que passa irregularidades não apontadas por fiscais que se vendem as empresas infratoras fato que é elucidado tristemente quando na investigação dos grandes sinistros.



PAPEL DO SESMT
Srs o PAPEL DO SESMT que inclui todos aqui destaco o TS de Segurança e Engenheiro de Segurança do Trabalho é muito sensível pois teem um contrato de trabalho firmado com a empresa cliente e ao mesmo tempo é o AGENTE INTERPRETADOR DA LEGISLAÇÃO, MONITORAÇÃO DE SUA APLICAÇÃO E POR EXCELENCIA UM EDUCADOR para formação do que eu pessoalmente já descrevi como PERCEPÇÃO DO RISCO.

O cenário que aconselho os colegas do SESMT é o comportamento do bom senso, imparcialidade e principalmente discernimento de suas atitudes. Tenho e venho defendendo e a cada dia que passo é que o QSMA que absorve as SIGLAS como SESMT E/OU SMS estejam no organograma da empresa como assessores do  CEO e não fiquem subordinadas a nenhuma direção da empresa e como assistente do CEO podem promover politicas de QSMA mais consistentes.




Fortaleza CE, 30 de agosto de 2016

Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

sábado, 20 de agosto de 2016

ENTENDIMENTO COMO SE FORMA A PRESSÃO NO INTERIOR DE UMA CALDEIRA

ENGENHARIA
ENTENDENDO A UNIDADE DE PRESSÃO



Também tem como foco esse artigo dar o entendimento como se forma a pressão no interior de uma caldeira tipo Flamutubular e constatará que a pressão no interior da caldeira surgi pela expansão do vapor que esta confinado no volume físico da caldeira.
Entāo o grande volume de expansão do vapor e forçado a ficar comprimido pelo volume físico da caldeira limitado pelo seu costado, superfície externa dos tubos de gases quentes e seus espelhos.


P = F/A
Onde:
P = Pressão [Kgf/cm2], [PSI] [Lbf/in2], [mca]
F = Força [Kgf], [lbf],
A= Área [cm2], [in2],

Exemplos de pressão:
1 Kgf/cm2 = 14,223351 PSI[Lbf/in2]
1 Kgf/cm2 = 10mca
1 PSI =           0,070307 Kgf/cm2
1 mca =         0.1 Kgf/cm2

OBS:
PSI[Lbf/in2]
P [Libra] Lê libra força
S [Square] Lê quadrada
I [Inch] Lê polegada


ENTENDIMENTOS:
1. Uma força é uma grandeza vetorial que tem direção, modulo e sentido.

2. Já no caso no interior da caldeira  a força que incide sobre todos os pontos internos da caldeira seja compreendido pela ação do vapor por que originou-se da água que passou do estado físico para o estado gasoso [vapor] e dentro de um espaço limitado pelo costado da caldeira, espelhos e superfície dos tubos gases quentes teve que expandir-se e ficando esse vapor comprimido empurra [faz a mesma intensidade de força] sobre toda superfície interna da chaparia do costado, espelhos e superfície externa dos tubos de gases quentes.

3. Essa  força originada da expansão do vapor no sentido empurrando para fora que vai gerar uma tensão interna [Kgf/cm2] sobre chaparia lado interno da caldeira e como sobre os tubos de gases lado da agua.

4. Essa Tensão interna [Kgf/cm2] gerado do vapor vai incidir sobre toda a chaparia pelo lado interno da caldeira e consequentemente o matéria da chaparia e paredes dos tubos tem que ter uma tensão admissível  [Kgf/cm2] muito maior que a Tensão interna [Kgf/cm2] gerado do vapor.

5. Então nesse entendimento é que a ASME, Divisão 1, Secção VIII classifica no caso das caldeiras produzidas na METALCONE e assim como a concorrência classifica as chapas ASTM A 285 GR C, ASTM A 516 GR 60.



OUTROS ENTENDIMENTOS:
Outros entendimentos de pressāo tem haver com a pressão atmosférica vem da celebre experiência de Torricelli que conclui que a nível di mar a pressão é um 1atm = 1bar = 1Kgf/cm2.
1. Fato é que Torricelli conclui que aproximadamente 1atm = 1bar = 1Kgf/cm2 é igual a 760 mmHg nesse raciocínio é que 10 mca = 1 Kgf/cm2.

Ex.: Das Caixas d’águas
Amigos quando olharem para uma caixa d’água e essa caixa d’água estiver a 40m de altura no nível do chão a pressão da agua será 4 Kgf/cm2. Se for 10m de altura a pressão ao nivel do chão será 1 Kgf/cm2.
2. Não esquecer que a formula abaixo:
Pabs = Patm + Pman
Onde:
Pabs [ Pressāo absoluta]
Patm [Pressão atmosférica]
Pman [Pressão manométrica]

0BS:
A Leitura que se faz no manômetro é o que chamamos pressão  manométrica.


ORIENTO AOS PROFISSIONAIS DA INDUSTRIA E QUEM PRECISE DESSE ENTENDIMENTO DE QUE LEIA COM ATENÇÃO ESSE ARTIGO EMBORA SEJA PRESSÃO UM UNIDADE BASICA E MUITA MAS PODE SER DÚVIDAS PARA ALGUÉM.


https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Bar%C3%B3metro





Fortaleza CE, 19 de Agosto de 2016

Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695






terça-feira, 2 de agosto de 2016

CALDEIRA Parte 1: Entendimento da Geração de Vapor

ENGENHARIA
EXPLICANDO COMO FUNCIONA UMA CALDEIRA
PARTE 1: GERAÇÃO DE VAPOR


Srs tenho alertado que uma caldeira envolve o conhecimento de muitas disciplinas: Termodinâmica, Mecânica dos Fluidos, Hidráulica, Resistência dos Materiais, Instrumentação, Automação dentre outras está a fundamentação para conhecimento de uma caldeira.
Nesse artigo inicial tratarei de como dar – se a geração de vapor no interior da Caldeira não será dado o tratamento matemático que envolve fórmulas complexas e que inclui inclusive derivadas e integrais complexas que sāo ministrados em cursos de Engenharia portanto essa publicação é elucidativa e descreve de uma forma simples a compreensão técnica da Caldeira.


INTRODUÇÃO.
A caldeira dessa publicação é do tipo FLAMUTUBULAR que significa dizer que os gases quentes [CALOR] gerados na queima do combustível na fornalha circulam pelos tubulāo  e tubos em passes de 1 a três vezes dependendo do projeto até serem exaustados pelo chaminé em forma de fumaça.
No outro lado da Caldeira está a [ÁGUA] que será transformado para o estado físico de líquida para o gasoso=vapor lembrando essa água está enclausurada dentro de volume fixo formado pelo costado da Caldeira,  espelhos e a parte externa do tubulação e tubos da Caldeira.
Atentarem que nesse volume fixo é que a água quando alcançar sua fase de vapor expandiu – se de inúmeras vezes seu volume inicial e foi essa expansão para esse  estado de vapor que causou a PMTA – Pressão Máxima de Trabalho Admissível nesse estante o vapor terá a vazão massica Kgv/h e temperatura para aplicação em processos de troca térmica onde usará a modalidade de energia que está no vapor e/ou pressão para geração de energia elétrica.


ENTENDIMENTO DA SEGUENCIA DE COMO EVOLUI A ÁGUA NO INTERIOR DA CALDEIRA PARA GERAÇÃO DE VAPOR.
1. Quando a água é aquecida no interior da Caldeira a uma elevação de temperatura é o que chamamos de CALOR SENSÍVEL.

2. Assim a água continua recebendo calor sensível calor que como explicado resulta da queima do combustível na fornalha fato é que esse comportamento permanece só até a água alcançar seu PONTO DE EBULIÇĀO. [Esse ponto de ebulição variará com a pressão que a caldeira estiver operando].

3. É quando o ponto de ebulição da água for atingido o calor continuará a ser transferido pára de provocar um aumento de temperatura na água e passa a alterará as propriedades físicas da mesma.

4. E a partir desse ponto de ebulição sem mais alterar a temperatura a água começa a se transformar desse estado físico que era líquido o estado físico GASOSO e esse novo estado é o que chamamos de VAPOR.

5. Preste atenção que a fornalha continua nesse estágio produzindo calor e esse calor agora será acrescido para a conversão da água fervendo em vapor a mesma temperatura no que conhecemos como CALOR LATENTE DE VAPORIZAÇÃO.

6. É importante que saibam que a quantidade de calor latente é condicionalmente maior do que a quantidade de calor que foi transferida na elevação de temperatura da água até o ponto de ebulição.

7. Em geral observa-se que o calor latente representa [dependendo da pressão do vapor] entre a 70 a 80% do calor total.

8. Tendo – se nessa sequência a caldeira pronta para desempenho de sua função no processo que se aplique abrindo – se a válvula de saída da Caldeira o vapor leva consigo ambos calor sensível e calor latente.

9. ATENÇĀO quando o vapor fornece calor a alguma coisa ele transfere primeiro calor latente é depois condensa – se eis aí como surgi o CONDENSADO.

10. E o condensado assim formado estará na mesma temperatura do vapor.

11. E se mais calor transferido a temperatura da água começará a baixar.

12. Também a partir desse estágio quanto maior for a pressão arterial pressão, menor será o conteúdo de calor latente de vaporização por kg de vapor gerado.

13. Quanto maior for a pressão de vapor mais alta será sua temperatura.

14. E a quantidade de calor que pode ser transferida do vapor para uma substância a ser aquecida dependerá despedirá entre outras, da diferença de temperatura entre ambos e a superfície através da qual o calor terá que ser transferido.

15. Quanto maior for a temperatura do vapor e portanto sua pressão, maior será a taxa de transferência de calor do vapor para a substância a ser aquecida.

16. Também quanto maior for a superfície de transferência maior será a quantidade de calor transferido pela unidade de tempo.

Deixo o gráfico que compara a geração de calor Kcal/Kg x Pressão Kgf/cm2 × Temperatura °C de como evolui o Vapor.
Cabe uma análise criteriosa desse gráfico que        sintetiza essa primeira parte EXPLICANDO COMO FUNCIONA UMA CALDEIRA / GERAÇÃO DE VAPOR.

LEMBRANDO UMA SOLUÇÃO DE UM PROBLEMA SÓ TEM CONSISTÊNCIA E/É ACREDITADA POR TODOS QUANDO TEM SUSTENTAÇÃO NUM PRINCÍPIO DE CIÊNCIA. ESSE COMPORTAMENTO IMPLICA EM SABER OS PROFISSIONAIS O QUE ESTÃO FAZENDO SABENDO OS PORQUÊS E JUSTIFICATIVAS TECNOLÓGICAS DO QUE FAZEM.


Fortaleza CE, 02 de agosto de 2º16
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695



sábado, 30 de julho de 2016

CURSO  DE  FORMAÇÃO: OPERADOR DE CALDEIRA

CEl – CONSULTORIA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
CURSO  DE  FORMAÇÃO:
OPERADOR DE CALDEIRA
“IN  COMPANY”

1.OBJETIVO
Fornecer  aos  participantes  subsídios  e  diretrizes  para  atuarem  na  Operação  de  Caldeiras, conforme  previsto  na  NR  13  (Caldeiras,  Vasos  de  Pressão  e  Tubulações)  da  Portaria  3.214/78  do MTb. [Redação dada pela portaria MTE nº 594, de 28 de abril de 2014]

2. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO NOÇÕES  DE  GRANDEZAS FÍSICAS  E  UNIDADES  -  04  (QUATRO)  HORAS
2.1. Pressão
2.1.1.  Pressão  atmosférica
2.1.2.  Pressão  interna  de  um  vaso.
2.1.3.  Pressão  manométrica,  pressão  relativa  e  pressão  absoluta.
2.1.4.  Unidades  de  pressão
2.2. Calor e Temperatura
2.2.1.  Noções  gerais:  o  que  é  calor,  o  que  é  temperatura
2.2.2.  Modos  de  transferência  de  calor
2.3.3.  Calor  específico  e  calor  sensível
2.2.4.  Transferência  de  calor  a  temperatura  constante
2.2.5.  Vapor  saturado  e  vapor  superaquecido
2.2.6. Tabela de vapor saturado.

3. CALDEIRAS  -  CONSIDERAÇÕES  GERAIS  –  8  (OITO)  HORAS
3.1. Tipos  de  caldeiras  e  suas  utilizações
3.2. Partes  de  uma  caldeira 2
3.2.1.  Caldeiras  flamotubulares
3.2.2.  Caldeiras  aquotubulares 2.2.3.  Caldeiras  elétricas
3.2.4.  Caldeiras  a  combustíveis  sólidos
3.2.5.  Caldeiras  a  combustíveis  líquidos
3.2.6.  Caldeiras  a  gás
3.2.7.  Queimadores
3.3. Instrumentos  e  dispositivos  de  controle  de  caldeiras
3.3.1.  Dispositivo  de  alimentação 3.3.2.  Visor  de  nível                          3.3.3. Sistema  de  controle  de  nível 3.3.4.  Indicadores  de  pressão            3.3.5. Dispositivos  de  segurança 3.3.6. Dispositivos  auxiliares             3.3.7. Válvulas  e  tubulações            3.3.8.  Tiragem de  fumaça

4. OPERAÇÃO  DE  CALDEIRAS  -  12  (DOZE)  HORAS
4.1. Partida e  parada
4.2. Regulagem  e  controle
4.2.1.  de  temperatura
3.2.2. de  pressão
4.2.3. de  fornecimento  de  energia
4.2.4. do  nível  de  água
4.2.5. de  poluentes
4.3. Falhas  de  operação,  causas  providências.
4.4. Roteiro  de  vistoria diária
4.5. Operação  de  um  sistema  de  várias  caldeiras
4.6. Procedimentos em situações de Emergência

5. TRATAMENTO  DE  ÁGUA  E  MANUTENÇà DE  CALDEIRAS  -  8  (OITO)  HORAS
5.1.  Impurezas  da  água  e  suas  conseqüências
5.2. Tratamento  de  água
5.3. Manutenção de caldeiras

6. PREVENÇÃO  CONTRA  EXPLOSÕES  E  OUTROS  RISCOS  -  4  (QUATRO)  HORAS
6.1. Riscos  gerais  de  acidentes  e  riscos  à  saúde
6.2. Riscos de explosão

7. LEGISLAÇÃO  E  NORMALIZAÇÃO  -  4  (QUATRO)  HORAS
7.1. Normas  Regulamentadoras
7.2. Norma Regulamentadora - NR 13

8.  METODOLOGIA:
8.1.  Treinamento  IN  COMPANY  interação  direta  com  a  caldeira  seus  periféricos  nas  instalações da  própria  empresa  onde  o  futuro  operador  de  caldeira  atuará.
8.2  A  aplicação  do  treinamento  consta  de  exposição  teórica  em  sala  treinamento,  mostragem  e tira duvidas junto a própria  caldeira  que irá opera da indústria.

9.    EXIGENCIAS DA  NORMA  NR 13  /  ANEXO  I  –  CAPACITAÇÃO  PESSOAL A1.2 
O  prerequisito  mínimo  para  participação  como  aluno,  no  Treinamento  de  Segurança  na Operação de  Caldeira  é o atestado de conclusão do ensino fundamental.

10.  DURAÇÃO:
Esse  Curso  elaborado  para  atendimento  IN  COMPANY  CARGA  HORÁRIA:  40  HORAS  atende  a previsto  na  NR  13  (Caldeiras,  Vasos  de  Pressão  e  Tubulações)  da  Portaria  3.214/78  do  MTb. [Redação dada pela portaria MTE nº 594, de 28 de abril de 2014]

11.  INVESTIMENTO:
Valor R$ 2000,00 Atendimento  para  turma  de  até  16  treinandos  a  partir  do  17  cada  participante  acrescentado  R$ 50,00 equivalente a hora aula cobrada do curso.

12.  PH PROFISSIONAL  HABILITADO: JOSÉ  VILMAR  PINTO  DE  SOUSA Engenheiro  Sênior  com  visão  sistêmica  multifuncional  e  conhecimentos  de  engenharia mecânica,  elétrica,  eletrônica,  automação,  qualidade,  sistemas  de  gestão,  segurança  do trabalho  e  meio  ambiente,  atuando  em  processos  industriais  diversos:  Consultor  Sênior  de Eletromecânica  /  QSMA  atuando  Refinarias  –  Termelétricas  –  Hidrelétricas  –Têxteis  - Siderúrgica  -  Off-shore  em  mecânica,  Elétrica,  Instrumentação  e  manutenção  de  guindastes  – Paradas  de  manutenção  em  refinaria  –  Gestão  de  QSMA  e  Docência  nível  IFCE/CEFET/CENTEC na  capacitação  Eletromecânica  /  Segurança  do  Trabalho.  
+  Professor  IFCE/ETFCE/CENTEC  disciplinas  de  Manutenção  Industrial  /  Usinagem    /  Professor convidado Curso Inspetor de equipamentos. +  Professor  convidado  de  Cursos  Profissionalizantes  no  CEPEP  -  CE  de  Mecatrônica  e  Petróleo  e Gás  nas  disciplinas:  CLP  Controlador  Lógico  Programável  -  Instrumentação  -  Elementos  de maquinas e Resistência dos Materiais.
+  Instrutor  na  certificação  de  profissionais  em  NRs  e  como  Professor  convidado  do  Curso  de Aperfeiçoamento  de  Segurança  do  Trabalho  Aplicado  a  Óleo  e  Gás  do  PROMINP  /  PETROBRAS disciplinas: Analise de Risco - Investigação de Acidentes.
+  Auditor  de  Campo  Manutenção  de  Maquinário  de  Construção  Civil  na  abertura  acessos  por desmatamento  a  trator,  terraplanagem  e  escavação  de  bases  para  torres  de  aerogeradores  de PARQUE  EÓLICOS.  [Maquinário:  Trator  de  Esteira,  Escavadora  Hidráulica,  Retroescavadeira, Motoniveladora, Manipulador Telescópio, Rolo compactador e Pá carregadeira].
+   Responsável  Técnico  pela  METALCONE  /  TECMAN  empresa  do  setor  metalúrgico  de construção  de  caldeiras,  maquinas  de  lavar,  Maquinas  de  beneficiamento    de  carnaúba, Maquinas de Beneficiamento castanha de caju, Serviços de caldeiraria e  de manutenção. Participação  INTERNACIONAL  
+  Participei  em  Treinamento  nas  Centrais  de  SINES  PT  e  Setúbal  PT  para  absorver  tecnologia  de geração  de  energia  a  partir  do  carvão  mineral  para  acompanhamento  detalhado  de  montagem da  Caldeira-Turbina-Gerador  das  Unidades  1,  2.  3  de  360MW  da  UTE  ENERGIA  PECEM  CE    e  UTE ITAQUI MA.
+  Transferência  tecnologia  Itália  para  Brasil  participação  de  montagem  e  acompanhamento  de assistência  técnica  de  máquinas  a  clientes  pelos  fabricantes:  Alpe  –  Bergi  –  Poemeto  e  Linde. Instalação,  interligação  de  energéticos,  start-up,  operação  e  manutenção  do  maquinário produtivo:  Fulões  –  Prensas  –  Divisoras  –  Rebaixadeira  –  Toglin  –  Raspadeiras  –  Spruzzo  e revisoras  de  peles  de  fabricantes  italianos  diversos:  Vallero  –  Todesco  –  Wega  –  Cartigliano  – Feltre – Erretre. 

FORMAÇÃO 
TÉCNICA:
Técnico  em  Mecânica  de  Maquinas,  ETFCE  /  CEFET  /  IFCE  (dezembro/1976)  
Técnico em Eletrônica OCIDENTAL SCHOOL (dezembro/1988)

GRADUAÇÃO:
Engenharia Mecânica, UFC - Universidade Federal do Ceará (dezembro/1986) 

POS-GRADUAÇÃO:
Engenharia  de  Controle  e  Automação  Industrial  UFC/UFPR  [dezembro  de  1996]
Engenharia de Segurança do Trabalho UNIFOR [dezembro de 1989]

PH  –  PROFISSIONAL  HABILITADO PROJETO, CONSTRUÇÃO,  OPERAÇÃO,  MANUTENÇÃO  E  INSPEÇÃO  DE  CALDEIRAS
CREA  CE  8965
RNP 060460684 - 2

Fortaleza, CE – 29 Julho de 2016

DIFERENCIAL:
+ Atendimento “ IN COM PANY ” demandas  imediatas
+ Atendimento  “ON LINE” use espaço  e nas  dependências  da  empresa cliente. /ou email  que estão  disponíveis  nos contatos.

Contatos:  engjosevilmar@hotmail.com http://engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://www.engjosevilmar.blogspot.com.br
http://www.facebook.com/engjosevilmar

http://br.linkedin.com/pub/josé-vilmar/35/4/924/

Skype: engjosevilmar

Cel.: 85 999

terça-feira, 26 de julho de 2016

DESCULPA ESFARRAPADA

DESCULPA ESFARRAPADA
[RH BRASIL]

Srs já publiquei os SETE MANDAMENTOS DO PROFISSIONAL agora sinto – me por força das mesmas vivências como profissional ativo e sensível o que me passa ao redor alertar os profissionais da postada, ética e descabida DESCULPAS ESFARRAPADA do RH no retorno ao profissional que tem mais de 40 anos e depois de 60 anos com certeza você no BRASIL está fora do mercado de trabalho salvo situações muita específica que prevalece mesmo é a experiência.

VEJAMOS A FORMA EDUCADA E BEM POSTADA DE UMA DESCULPA ESFARRAPADA O TEXTO ENTRE OS RHs TEM A MESMA REDAÇÃO QUASE NÃO MUDA NADA:

INICIO DO TEXTO:
Srs é um privilégio que pessoas com o seu perfil tenham interesse em trabalhar conosco.

Prezamos pela transparência e ética em nossos processos seletivos e, desta forma, apesar das qualificações identificadas na análise de seu perfil, elas não atendem às necessidades desta oportunidade.

Ressaltamos a importância de manter seu currículo atualizado em nosso site. Assim, você receberá por e-mail notificações das vagas que forem abertas próximas ao seu perfil e poderá se candidatar às posições em aberto.

Desejamos sucesso em sua trajetória profissional.
FIM DO TEXTO

COMENTO:
1. Primeiro há mérito o RH da empresa que dar esse retorno e estão de parabéns pelo menos foram profissionais de boca pra fora embora a verdade verdadeira pode está na sua idade avançada entre 40 – 60 anos.

2. Muitas vezes o Gestor da Vaga tem menos de 40 não passou pelas suas vivências profissionais que você passou e tem medo de te contratar na cabeça dele você com mais de 40 e/ou 60 anos vai tomar o lugar dele na empresa.

3. Gestor que pensa e sintoniza – se no comportamento do Item 2 estarão pela pobreza de espírito na maioria falta mesmo de amadurecimento profissional perdendo uma grande oportunidade de ter como seu parceiro o profissional com mais que a idade em anos e vivência profissional que com certeza contribuiria de forma incisiva para o cumprimento de suas metas.

4. Não é preciso de dizer que a maturidade profissional implica em vivência pois o profissional experiente o que verá pela frente não o que não  é mais desconhecido dele e ele tende sempre é melhorar o processo pois já superou dificuldades o que se diz na prática é passado na casca do alho aprendeu a ouvir, pensar e depois realizar não é EMBIRRENTO aprendeu a controlar os impulsos de quando era mais jovem.

5. Fato é  que o profissional depois dos 40 e/ou depois dos 60 alcançou o seu melhor PROFISSIONAL E CADA VEZ SE APERFEIÇOA NO QUE FAZ e está para repassar aos mais jovens os ensinamentos suas descobertas e vivências profissionais são eles que perpetuam a continuação e o aprimoramento dos processos para que continue existindo a empresa.

6. Também fato é  que se aposentar menos ou aos 53 é muito cedo só vale essa idéia para as aposentadorias especiais penso EU agora a tendência nos países civilizados se aposentados depois de 65 anos e EU mesmo tenho testemunho de países como Itália, Portugal e Alemanha profissionais com mais de 75 anos na sua plenitude profissional porém pelo lado esses países citados e assim como outros esses profissionais que chegam a essas marcas tem todo a assistência da empresa que trabalha e o estado contribui para a qualidade de vida para esse profissional os impostos pagos retornam à sociedade em melhorias em tudo que isso inclui saúde, educação e segurança entre outras justo o que falta no Brasil.

OBS:
+ Sem falar do estrupo que vi falar que político se aposentam com 4 a 8 anos de mandato.

+ E  se ver a PREVIDÊNCIA FALIDA e gente recebendo mais de uma aposentadoria francamente não quero acreditar nisso.

7. E como sétimo ponto esse coluio forma de pensar do RH tomara que não seja de todos RHs e a falta de uma reforma providenciaria do governo voltada e justa a que tem direito o trabalhador só trava o desenvolvimento desse país é não é preciso dizer que o trabalho é base na construção de um país para gerar suas riquezas e torna-se soberano.

Tomara eu a possibilidade desses quase 2500 amigos do face e os outros milhares que vejam esse artigo e que não reagem tenham os profissionais de RH. E que tomem essa postura desse artigo como crítica positiva pois sei que entre eles muitos se alinham a essa forma de pensar.

Nota:
Também gostaria de justificar a foto do capacete com a identificação da CSP / LEAN Consultoria é porque tive a participação de trabalhar como terceirizado na construção da CSP logo na fase inicial do projeto.
E acredito na CSP – Companhia Siderúrgica do Pecém hoje já produzindo como um marco de uma nova a era de desenvolvimento em nosso estado do Ceará.

Fortaleza CE, 23 de Julho de 2016.
Eng° José Vilmar Pinto de Sousa
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
Engenheiro Mecânico
Engenheiro de Segurança do Trabalho
Engenheiro de Controle e Automação Industrial
CREA 8365 Registro Nacional: 060460684-2
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://www.engjosevilmar9.wix.com/eletromecanica-qsma
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

domingo, 26 de junho de 2016

LIVRO DO MUNDO

Srs está escrito no livro do mundo:
"Nunca achem que saibam de tudo nem se achem gênios nunca sabemos tudo não podemos saber mais que o criador porém o criador na sua bondade infinita nos fez a sua semelhança e teremos que ser humildes o suficiente para entender que somos ignorantes em alguma coisa e cabe a você a decisão de evoluir e se aproximar do criador.
ESTUDE.”
Autor: José Vilmar

quarta-feira, 22 de junho de 2016

CONSULTORIA INDUSTRIAL "UPGRADE" DA MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

CEI – CONSULTORIA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
CONSULTORIA "IN COMPANY" UPGRADE DA MANUTENÇÃO INDUSTRIAL



1. APRESENTAÇÃO
1.1. Introdução
1.2. Histórico da Manutenção

2. GESTÃO DE MANUTENÇÃO
2.1. Introdução
2.2. Formação da Equipe de Manutenção orgânica funcional e quantitativa.
2.3. Organograma e definições de perfil funcional dos integrantes das equipes de
manutenção.
2.4. Avaliação de maquinas e ferramental as necessidades da manutenção para atender os processos industriais.
2.5. Definição dos Indicativos de Itens de Controle e Itens de Verificação.


3. PCM - PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO
3.1. Introdução.
3.2. Elaboração Ordens de Serviço de Manutenção.
3.3. Elaboração Ordens de Serviço de Segurança do Trabalho.
3.4. Relatórios de performance de atendimento da manutenção.
3.5. PL de Atendimento de Manutenção.
+ Atendimento de Manutenção Preditiva
+ Atendimento de Manutenção Corretiva.
+ Atendimento de Manutenção Preventiva.
+ Atendimento de Manutenção Centrada na Confiabilidade.


4. PROCEDIMENTOS
4.1. Introdução
4.2. Elaboração de Procedimento Operacional de Tarefas Especificas.
4.3. Treinamento de Procedimento Operacional de Tarefas Especificas.


5. SISTEMAS DE CONTROLE DA MANUTENÇÃO INFORMATIZADO POR TI LOCAL INTEGRADO AO SGI SISTEMA DE GESTÃO INDUSTRIAL DA EMPRESA
5.1. Elaboração de documentação básica de controle de manutenção.
5.2. Processamento de Informações geradas da Aplicação da Manutenção.
5.3. Relatórios de Manutenção


6. CUSTOS DA MANUTENÇÃO
6.1. Introdução
6.2. Orçamento disponibilizado para manutenção
6.3. Analise e tratamento de Proposta de Manutenção.
6.4. Organização do Almoxarifado de Manutenção e Identificação de principais itens de r eposição.
6.5. Apresentação de Relatório Gerencial de Manutenção 5W+2H


7. RECICLAGEM PRATICA PROGRAMA 7S
7.1. Sim a UTILIZAÇÃO
7.2. Sim a ORDENAÇÃO
7.3. Sim a LIMPEZA
7.4. Sim a SAÚDE
7.5. Sim a AUTODISCIPLINA
7.6. Sim a MELHORIAS
7.7. Sim a MUDANÇA DE ATITUDE


8. METODOLOGIA:
Treinamento IN COMPANY interação direta com a equipe de manutenção no chão de fabrica.
8.1. Requer antes do inicio desse treinamento AUDITORIA INTERNA DO STATUS DE MANUTENÇÃO COMO ANDA O ATENDIMENTO DE MANUTENÇÃO ouvindo cliente x fornecedor e vice-versa fornecedor x cliente.
8.2 A aplicação do treinamento consta de exposição teórica na sala de treinamento da indústria.
8.3. E aplicação prática no chão de fabrica o que se discutiu em sala para correção e alinhamento de conhecimento.
8.4. O Consultor manterá a cada atendimento de consultoria informado a Diretoria Industrial por RAC – Relatório de Atendimento de Consultoria dessa forma a Diretoria pode acompanhar e sugerir pontos de melhoria no que for conveniente.


9. DURAÇÃO:
Esse Curso elaborado para atendimento IN COMPANY aplicado no decorrer das atividades do dia-a-dia recicla gestão moderna de manutenção integrado ao SGI -Sistema de Gestão Industrial, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente de Trabalho que opera a Indústria de tempo de 60 horas para reciclagem.
E mantendo os mesmo programa para UPPGRADE DA MANUTENÇÃO INDUSTRIAL DA EMPRRSA INTERESSADA terá duração de 6 [seis] meses de atendimento [3] vezes por semana: Segunda-feira, Quarta-feira e Sexta-feira em 8h diária em regime Consultoria IN COMPANY o que atende atualização e melhorias do atendimento da manutenção no cumprimento de metas.


10. INVESTIMENTO:
Valor negociável e pagamentos com expedição de NF – Nota Fiscal pela CEI – Consultoria de Engenharia Industrial atuante do segmento de Treinamento e Desenvolvimento de Profissionais


11. CERTIFICAÇÃO
No término do treinamento fornecemos Certificado a empresa cliente que incluirá no seu acervo de documentação de SGI – Sistema de Gestão Industrial.

SÍNTESE E FORMAÇÃO DO CONSULTOR SÊNIOR EM ELETROMECÂNICA / QSMA.
JOSÉ VILMAR PINTO DE SOUSA

Engenheiro Sênior com visão sistêmica multifuncional e conhecimentos de engenharia mecânica, elétrica, eletrônica, automação, qualidade, sistemas de gestão, segurança do trabalho e meio ambiente, atuando em processos industriais diversos: Consultor Sênior de Eletromecânica / QSMA atuando Refinarias – Termelétricas – Hidrelétricas – Têxteis - Siderúrgica - Off-shore em mecânica, Elétrica, Instrumentação e manutenção de guindastes – Paradas de manutenção em refinaria – Gestão de QSMA e Docência nível IFCE/CEFET/CENTEC na capacitação Eletromecânica / Segurança do Trabalho.
+ Professor CEFET/IFCE disciplinas de Manutenção Industrial / Usinagem e Inspetor de Equipamentos aprovado em concurso público cargo temporário.
+ Professor convidado de Cursos Profissionalizantes no CEPEP - CE de Mecatrônica e Petróleo e Gás nas disciplinas: CLP Controlador Lógico Programável - Instrumentação -Elementos de maquinas e Resistência dos Materiais.
+ Instrutor na certificação de profissionais em NRs e como Professor convidado do Curso de Aperfeiçoamento de Segurança do Trabalho Aplicado a Óleo e Gás do PROMINP / PETROBRAS disciplinas: Analise de Risco - Investigação de Acidentes.
+ Auditor de Campo Manutenção de Maquinário de Construção Civil na abertura acessos por desmatamento a trator, terraplanagem e escavação de bases para torres de aerogeradores de PARQUE EÓLICOS. [Maquinário: Trator de Esteira, Escavadora Hidraulica, Retroescavadeira, Motoniveladora, Manipulador Telescópio, Rolo compactador e Pá carregadeira].
+ Responsável Técnico pela METALCONE / TECMAN empresa do setor metalúrgico de construção de caldeiras, maquinas de lavar, Maquinas de bater cera de carnaúba e serviços de caldeira de manutenção.

Participação INTERNACIONAL
+ Participei em Treinamento nas Centrais de SINES PT e Setúbal PT para absorver tecnologia de geração de energia a partir do carvão mineral para acompanhamento detalhado de montagem da Caldeira-Turbina-Gerador das Unidades 1, 2. 3 de 360MW da UTE ENERGIA PECEM CE e UTE ITAQUI MA.
+ Transferência tecnologia Itália para Brasil participação de montagem e acompanhamento de assistência técnica de máquinas a clientes pelos fabricantes: Alpe Bergi – Polleto e Linde. Instalação, interligação de energéticos, start-up, operação e manutenção do maquinário produtivo: Fulões – Prensas – Divisoras – Rebaixadeira – Toglin – Raspadeiras – Spruzzo e revisoras de peles de fabricantes italianos diversos: Vallero – Todesco – Wega – Cartigliano – Feltre – Erretre.


FORMAÇÃO
TÉCNICA:
Técnico em mecânica de maquinas, ETFCE / CEFET / IFCE (dezembro/1976)
Técnico em Eletrônica, Ocidental School (dezembro/1988)
GRADUAÇÃO:
Engenharia Mecânica, UFC - Universidade Federal do Ceará (dezembro/1986)
POS-GRADUAÇÃO:
Engenharia de Controle e Automação Industrial [dezembro de 1996]
Engenharia de Segurança do Trabalho. [dezembro de 1989]


Fortaleza, CE – 13 de Junho de 2016
Eng° José Vilmar
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
E-mail: engjosevilmar@hotmail.com
http://engjosevilmar9.wix.com/eletromecamica-qsma
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
https://www.facebook.com/gestorQSMA
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695

segunda-feira, 30 de maio de 2016

MANIPULAÇÃO DE EXTENSÕES PLUGS E TOMADAD

MANIPULAÇÃO DE EXTENSÕES PLUGS E TOMADAS.

Srs requer bastante atenção manipular EXTENSÕES PLUGS E TOMADAS. E preciso conhecer a parte técnica orientativa mesmo como usuário na dúvida chame o eletricista profissional que deverá está reciclado atualizado na NR 10 quando a instalação elétrica é de baixa tensão e tensão mais elevada terá de ter o SEP 10 preparado para orientação.

CUIDADOS:
1. Observar que as TOMADAS E PLUGS são padronizadas conforme as tensões que estejam aplicadas:
Vermelho: 380 / 440 VCA
Azul: 220 / 250 VCA
Amarelo:110 / 130 VCA

2. Os cabos para as extensões obrigatoriamente precisam ter fios VD (Verde) fio terra, AZ (Azul) neutro e as bitolas devem estar conforme a amperagem do carregamento da tomada.

3. A PINAGEM tem orientação e posição definida observar que o pino mais grosso corresponde ao pino terra.

4. Quando for conectar o PLUG NA TOMADA encaixe o guia da tomada com o guia plug agora pressione para o encaixe perfeito.

5. ALERTO que uma instalação elétrica em termos de construção terá que observar as normas NBR 5410 e a NBR 5419.

6. Destaco que a NBR 5419 trata do SPDA Sistema de Proteção Contra Descarga Atmosférica o que exigi a malha de aterramento consequentemente a instalação do fio terra como proteção contra choques elétricos e até incêndio em caso de curtos circuitos indevidos.




Eng° José Vilmar
Consultor SÊNIOR / ELETROMECÂNICA / QSMA
http://engjosevilmar9.wix.com/eletromecamica-qsma
Linkedin
https://br.linkedin.com/in/josé-vilmar-92400435
https://www.facebook.com/gestorQSMA
http://engjosevilmar.blogspot.com.br/
Skype: engjosevilmar
Cel.: 85 999475695